Comissário de bordo – 5 informações para decolar na carreira

Muita gente acredita que, para ser comissário de bordo é necessário apenas ter um rostinho bonito e ser muito simpático, mas é muito mais que isso. É necessário ter habilidades conquistadas através dos cursos de capacitação, ser “aeromoça” é coisa séria!

O comissário de bordo auxilia o comandante da aeronave e é encarregado também pelo cumprimento das normas relativas à segurança, com procedimentos normais e de emergência.

Devem prestar atendimento aos passageiros a bordo e zelar pela guarda de bagagens, documentos e valores que lhe tenham sido confiada pelo comandante. O comissário de bordo é responsável pela segurança e pelo bem-estar e tranquilidade dos passageiros.

comissário
Foto (Reprodução da internet).

Ah….Viajar!

Viajar pelas cidades do Brasil e do mundo é o sonho de muitas pessoas e esse é o principal motivo para que eles sigam a tal profissão. Mas os requisitos para se tornar um comissário de bordo são mais específicos e exigentes.

Os profissionais dessa área precisam ter algumas características essenciais para desenvolver bem suas funções:

ANÚNCIO
  • Humildade.
  • Espírito de servir.
  • Facilidade de relacionamento.
  • Apresentação pessoal.
  • Ser bilíngue.

Altura do comissário de bordo

Você pode não acreditar, mas a solicitação de peso e altura do comissário, tem tudo haver com as questões de segurança, sendo importante para a aeromoça e também, para o comissário de voo.

Para as mulheres a altura recomendada está entre 1,58 cm e 1,80 cm. E no caso dos homens gira em torno de 1,67 e 1,85 cm, A altura mínima se da devido o profissional ser capaz de alcançar os compartimentos no alto da aeronave.

Mais informações para ser comissário

Para ingressar na profissão de comissário de voo, é necessário possuir a idade mínima de 18 anos. Não existe uma idade máxima pré estabelecida para se tornar um comissário. Um dos pré requisitos é estar em boas condições de saúde e atender os parâmetros técnicos.

O mercado de trabalho para comissários de voo está cada vez mais em expansão e buscando profissionais bem qualificados com um bom curso de comissário de voo! Não faltam vagas.

Curso

É necessário para todo comissário de bordo, obter a Licença e Certificado de Habilitação Técnica (CHT). Para isso, existe um curso que tem em média 280 horas/ aula. Quem concluir, poderá atuar no âmbito da Aviação Civil.

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil, a ANAC, para se tornar um comissário de bordo você deverá obedecer aos pré-requisitos exigidos para a obtenção da licença, que são:

  • Ter feito um curso de formação oferecido por uma escola de aviação civil homologada pela ANAC;
  • Possuir 18 anos completos;
  • Ter concluído o ensino médio;
  • Ter o Certificado Médico Aeronáutico (CMA) válido.

Para ingressar na carreira é necessário fazer o curso de comissária de voo que pode ser feito de maneira presencial ou online. O valor do curso, é algo em torno de R$ 1.600 reais, tendo uma duração de 5 meses. Esse valor poderá ser parcelado, de acordo com a necessidade do aluno.

Observe que esse é um valor considerado baixo. O retorno, se dá logo no primeiro mês de trabalho. O salário de uma aeromoça logo nos primeiros meses se aproxima da faixa dos R$ 3.000 reais em média. Isso ajuda  a justificar a viabilidade do investimento.

CMA – Certificado Médico Aeronáutico

UM dos objetivos do CMA é garantir que os futuros comissários de voo, tenham a sua aptidão física e mental comprovadas. Eles desejam diminuir os riscos trazendo segurança para os passageiros.

Comissário de bordo ou aeromoça?

Aeromoça é, na verdade, um termo cultural utilizado no Brasil e em Portugal para designar o comissário de voo do sexo feminino. Pode ser chamada formalmente também de “comissária”, ou “assistente” em outros países de língua portuguesa, ambos significam a mesma área de atuação.

ANÚNCIO